Vida
Fotos  
Desenhos  
Coisas de Ary  
Novidades  
Textos  
Livros  
Música  
   
Busca
 
 
 
   
  Coisas de Ary

"Não creio que a televisão roube público do futebol. O torcedor que é "habitué" das canchas, apenas vez por outra se deixa ficar em casa para ver o jogo em seu receptor. Quem tem na alma o micróbio do futebol não divorcia do seu espetáculo preferido as coisas que o cercam, as variedades que o completam. O fã quer ouvir a seu lado a manifestação da multidão. Quer ouvir a vaia e saber de onde ela parte; quer sentir as emoções do próprio meio ambiente das porfias; quer ver as cores; quer sentir o vento; quer olhar o sol iluminando o espetáculo; quer - por que não? - dizer nomes feios, praguejar, discutir; quer, num relance de olhar, abranger todo o estádio, pressentir o que pode ocorrer. Enfim, o fã não pode separar esse conjunto de coisas que completam os lances do jogo. O resto é impossível entregar ao torcedor. Este, portanto, só vê o futebol pela televisão quando não pode mesmo ir ao campo."
 
   
 
   
  Novidades

5º Prêmio Ary Barroso
- 13/11/2014