Vida
Fotos  
Desenhos  
Coisas de Ary  
Novidades  
Textos  
Livros  
Música  
   
Busca
 
 
 
   
  Coisas de Ary

Passei a topar outras paradas duríssimas. As mulheres sempre foram um espêto na minha vida. Não sei que diabo eu tinha que elas não me largavam os calcanhares! Assisti a passagem do ano recebendo cento e cinquenta mil réis e cursando a Faculdade. Caboclo! A situação era de tomar pão da mão de menino novo. Caboclo, a situação mais uma vez quis me achatar sem piedade, quando terminou a mesada. Tive que topar a vida ao peito. Passei a tocar nas orquestras que animavam as casas de familía. Naquele tempo não havia a penumbra romântica das "boites".

Depoimento para o jornalista Hélio Leone
 
   
 
   
  Novidades

5º Prêmio Ary Barroso
- 13/11/2014