Capa  
Vida
Fotos  
Desenhos  
Coisas de Ary  
Novidades  
Textos  
Livros  
Música  
   
Busca
 
 
 
   
  De Ary | Sobre Ary

O meu menino Ary Barrozo
Etelvina Soares Teixeira

Temperamento indócil
José de Rezende

Meu canteiro de saudades
João Lyra Filho

Entrevista com Luiz Heitor Corrêa de Azevedo
Professor Luiz Heitor Corrêa de Azevedo

O maestro
Alda Garrido

No "Gaveau" da Pensão Miramar
Hernani de Irajá

O estudante
Elísio Condé

Ary Barroso
Luiz Gallotti

 
 
última página início próximos
  O meu menino Ary Barrozo
Etelvina Soares Teixeira

O meu "menino" Ary não foi o compositor consagrado, não foi o polêmico animador de calouros, foi simplesmente o garoto que vi nascer e que ajudei a criar na Fazenda da Barrinha. Tornou-se o sobrinho predileto como também eu me tornaria a "Tia Telvina", que respeitou carinhosamente até os momentos finais de sua existência.

Além de irmã e companheira inseparável de Angelina, sua mãe, fui eu que, após a morte de seus pais, aplacou as suas mágoas e que muitas vezes "escondeu-o" ao cometer alguma peraltice, a fim de que não fosse castigado.

Tive a felicidade em acompanhar suas andanças pelo mundo, e, a par desta alegria, a tristeza de vê-lo partir antes de mim, deixando uma saudade incontida em seus familiares.

O "meu menino" Ary permanece intacto dentro do meu coração e o "grande homem" Ary Barroso ficará para sempre eterno no coração dos que o conheceram.

Etelvina Soares Teixeira (tia mais querida)