Capa  
Vida
Fotos  
Desenhos  
Coisas de Ary  
Novidades  
Textos  
Livros  
Música  
   
Busca
 
 
 
   
  De Ary | Sobre Ary

S√°bado
Ary Barroso

Deu-se a melodia
Ary Barroso

Mau costume
Ary Barroso

Artigo para sua coluna no jornal
Ary Barroso

Bilhete ao meu filho
Ary Barroso

 
 
anteriores início início
  Equ√≠voco prehist√≥rico
Ary Barroso - 0000-00-00

Nunca fui entusiasta de coisas de antig√ľidade. Falta-me paci√™ncia bastante para devorar esses "in-f√≥lios" cheios de cita√ß√Ķes latinas, gregas ou hebraicas. T√£o pouco me preocupa decifrar as origens disso ou daquilo. Os her√≥icos e barbudos pesquisadores dos mist√©rios da vida sobre a terra acabam sempre por perguntar aos leitores tudo aquilo que n√£o puderam ou n√£o souberam definir. Outro dia, por√©m, correndo os livros expostos de uma casa editora, minha curiosidade fixou-se num trabalho de um ingl√™s (tinha de ser ingl√™s) sobre o "Para√≠so Terrestre". O autor do livro descrevia, com detalhes, a topografia do primeiro peda√ßo da Terra, seus primeiros habitantes, seu clima, sua vegeta√ß√£o, seus rios, enfim, ali estava, a meus olhos, o √Čden de Ad√£o e Eva. O que mais me intrigou foi a sensacional revela√ß√£o, segundo a qual essa est√≥ria de "pecado original" √© pura balela, um "canard", que atravessou os s√©culos sem encontrar um desmentido convincente. Ent√£o n√£o houve o tal pecado? Teriam caluniado a pobre Eva como caluniam outras mulheres por a√≠? N√£o! O ingl√™s explica que pecado houve. As determina√ß√Ķes de Jeov√° foram desrespeitadas. Somente a fruta que Eva colheu da famigerada √°rvore do Bem e do Mal (que nome complicado tinha uma macieira naquele tempo!) n√£o foi ma√ß√£. Pela simples raz√£o de que n√£o existiam macieiras no Para√≠so Terrestre. Essa fruta era totalmente desconhecida naquelas regi√Ķes. O ingl√™s entra em enumera√ß√£o dos elementos componentes do solo paradis√≠aco e prova por A mais B que de modo nenhum podiam florescer ali as macieiras, sabido que cada planta desenvolve-se em terreno prop√≠cio ao desenvolvimento das macieiras. Vai por ai afora o ingl√™s at√© concluir que Eva n√£o comeu ma√ß√£, mas outra fruta qualquer. O diabo √© que o homem n√£o nos disse qual foi ent√£o a fruta do pecado. Disse unicamente que sobravam por l√° muitas frutas "de gomos". Ora, frutas de gomos s√£o laranjas, tangerinas, frutas de conde, etc. etc. N√£o s√≥ essas como bananas, abacaxis, melancias, mam√Ķes, jacas etc. etc. Fui ler o ingl√™s para ficar com esse problema na cabe√ßa. Se n√£o foi ma√ß√£, qual teria sido essa fruta que modificou a vida sobre a Terra? Teria sido o abacaxi? Quem sabe? Ou a banana? Melancia, jaca, frutas assim volumosas n√£o convidam ningu√©m a pecar. Abacaxi, banana, o pr√≥prio p√™ssego, v√° l√°. Mas, agora pergunto a voc√™, meu caro leitor, qual foi a fruta que Eva comeu?